Pitbull ataca e mata o dono em Jacareí

O ajudante geral Sérgio Luiz de Souza Silva, de 37 anos, foi morto pelo próprio cão, da raça pitbull, no último sábado, em Jacareí, Vale do Paraíba. A vítima foi atacada na cozinha de casa, na companhia da mãe Maria Paulina de Souza, de 55 anos, que também teve ferimentos nos braços.Acostumado a circular pela casa, o cão entrou no cômodo e pulou no pescoço e na cabeça de Silva. Desesperada, a mãe tentou segurar o cachorro mas não conseguiu. Só então chamou os vizinhos, que tentaram bater no cachorro para que ele largasse a vítima. Somente os policiais do Corpo de Bombeiros conseguiram tirar o cão de cima do dono, já morto. A família entrou em pânico. "Ninguém esperava que ele fosse agir assim", disse um irmão, que não quis ser identificado. Ele também contou que algumas vezes o irmão chegou a maltratar o cão, "que não ia muito com a cara dele", assim descreveu. Segundo os vizinhos, o pitbull era considerado calmo e, na rua, no bairro Jardim Itamaraty, nunca tinha avançado em ninguém. "A gente sempre brincava com ele no portão, mas ele nunca ficou solto na rua", comentavam as crianças vizinhas ao local do acidente.Silva foi enterrado na manhã de domingo. O cachorro foi levado para uma área isolada do Centro Municipal de Zoonoses onde deve ficar por dez dias. Exames não detectaram raiva ou qualquer outra doença.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.