Pitbull "boazinha" é levada por ladrões em Sorocaba

A fama de serem animais violentos não impediu que um ladrão arrebentasse o cadeado do canil e roubasse uma cachorra adulta, da raça pitbull, ontem à noite, em Sorocaba (SP). Antes que o roubo colocasse em dúvida o prestígio da raça como cães de guarda, o dono do animal, o adestrador Marco Aurélio Pereira, apressou-se em explicar que a cachorra tinha sido treinada para ser "boazinha". Segundo ele, Charon, nome pelo qual atendia a pitbull, era calma e não latia na presença de estranhos. "Eu a treinei para ser tranquila e não atacar as pessoas", disse.Durante o dia, ela ficava solta na casa de Pereira, na Vila Carvalho, e só à noite era recolhida no canil, nos fundos da residência. Isso explicaria o fato de o furto ter ocorrido quando várias pessoas, inclusive Pereira, estavam na casa. Como Charon não esboçou qualquer reação, ninguém ouviu nada. O sumiço da cachorra foi constatado por volta das 22 horas, quando a sogra do adestrador dirigiu-se ao canil para abastecer o recipiente de água. Pereira acha que o crime foi cometido por alguém que conhecia a docilidade do animal. Ele espera que o ladrão se arrependa e devolva a fêmea pitbull. Charon tem os pelos de coloração dourada e branca, com uma pinta escura no pescoço.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.