Pitbulls atacam empresário e matam pinscher

Dois pitbulls atacaram o carro de um empresário e mataram a cadela pinscher na noite de segunda-feira, em Ribeirão Preto, a 310 quilômetros de São Paulo. O empresário Dionilte Gonçalves Filho, de 41 anos, para proteger a mulher e a filha, reagiu às agressões dos cães e ficou levemente ferido no pulso direito e num dos pés. No confronto, um pitbull e a cadela morreram.Gonçalves Filho fez exame de corpo de delito e foi vacinado hoje. Ribeirão Preto tem uma lei há mais de dois anos, ainda não regulamentada, que proíbe a criação e a comercialização de pitbulls.Segundo o empresário, ao chegar em casa acionou o portão eletrônico e não percebeu a entrada de dois pitbulls atrás do carro. Os cães atacaram a cadela pinscher de sua filha, Mayara, de 12 anos. Ao sair do carro, no escuro, ele tentou ajudar a cadela, jogando um vaso de flores nos cães. Ao ser perseguido, entrou novamente no carro. Saiu do outro lado e com uma tábua tentou defender-se dos pitbulls, conseguindo matar um deles. "A minha sorte foi que um deles não desgrudou da cadela, pois eu não agüentaria o ataque dos dois pitbulls", disse Gonçalves Filho.Durante a briga, a dona dos pitbulls, Sherima Aleska, apareceu e gritou com os cães. Mayara conseguiu pegar o controle do portão e o abriu. O pitbull foi levado pela dona, que está grávida e passou mal. A polícia está investigado o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.