Plano Diretor de Sorocaba chega à Câmara sob críticas

A criação de parques municipais, a preservação de mananciais e o resgate de áreas verdes deterioradas são os destaques do novo plano diretor de Sorocaba, enviado à Câmara. Segundo o prefeito Renato Amary (PSDB), a cidade cresce de forma acelerada e precisa manter a qualidade de vida. O vereador Gabriel Bittencourt (PT) lamentou a demora da prefeitura em enviar projeto, em elaboração há mais de um ano. "Nesse período, houve uma correria para instalar loteamentos justamente em áreas que sofreriam restrições." Bittencourt havia tentado obter uma cópia do plano na prefeitura, mas não conseguiu. Na semana passada, o juiz José Carlos Metroviche, da 4ª Vara Cível, deu liminar mandando a prefeitura fornecer o documento.Para Amary, o plano estabelece diretrizes para o futuro da cidade. "Vai evitar que Sorocaba se transforme num aglomerado urbano desconjuntado." Entre as principais intervenções está a discriminação das áreas urbanas e industriais. "Temos hoje loteamentos sem qualquer estrutura invandido a zona industrial", alegou. O projeto, segundo o prefeito, impede as ocupações indevidas do solo urbano. Sorocaba tem 500 mil habitantes e última legislação sobre o uso e a ocupação de solo data de 1966.As áreas de interesse público que já se encontram invadidas serão objeto de intervenção. Muitas poderão ser regularizadas e urbanizadas, na avalaição do prefeito. "Se forem áreas verdes, de risco ou de formação de mananciais, os moradores serão transferidos para outro local permitindo a recuperação do espaço", promete. O projeto estabelece que o plano, depois de aprovado pela Câmara, só poderá sofrer modificações através de propostas discutidas em audiências públicas e pelo voto de dois terços dos vereadores. O projeto será analisado pelas comissões do Legislativo. Os vereadores farão também audiências públicas. "Não vamos aprovar de afogadilho um projeto que define o futuro da cidade", disse o vereador Paulo Mendes (PMDB).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.