PM acha túnel e frustra fuga de membros do PCC em SP

A Polícia Militar conseguiu frustrar um plano de fuga em massa que estava sendo organizado pelos presos do Centro de Detenção Provisória (CDP) de São José dos Campos, Vale do Paraíba. Nesta sexta-feira, 9, um túnel foi localizado dentro de uma das celas do pavilhão 1. O presídio, considerado o reduto do crime organizado nesta região do Estado, tem capacidade para 512 homens mas atualmente está com 1.167 detentos. Assim que o túnel foi localizado, os agentes pediram ajuda à Tropa de Choque da Polícia Militar. Os detentos ficaram agitados, ameaçando um motim e o clima se formou dentro e fora da penitenciária. Por volta das 12 horas a PM entrou no presídio. Com escudos e capacetes 60 policiais auxiliaram em uma revista feita pelos agentes penitenciários. Os presos estavam revoltados com a presença da polícia que precisou usar bombas de efeito moral para que os detentos não atrapalhassem a revista, que durou cinco horas. Estouros eram ouvidos do lado de fora e até um helicóptero Águia foi colocado em alerta para agir, se necessário. No final da revista nas celas, a PM apreendeu celulares, carregadores, porções de maconha e a escavação acabou sendo tampada. No final da tarde o clima já era de normalidade dentro do cadeião. Um dia antes da tentativa de fuga um homem foi preso no mesmo CDP tentando se passar de advogado de um preso. Flávio Benedito Pereira de Camargo, de 43 anos, apresentou documentos falsos para visitar um detento. Ele seria um "pombo-correio", segundo a Polícia Civil, do Primeiro Comando da Capital (PCC) e levaria recado da facção para o preso.

Agencia Estado,

09 Fevereiro 2007 | 19h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.