PM apreende número recorde de granadas no Rio

A Polícia Militar apreendeu 48 granadas somente em janeiro, número recorde registrado pela corporação no período - em média, três explosivos a cada dois dias. Em todo o ano passado, foram apreendidas 287 granadas e 10.400 armas pela polícia. O comandante da PM, coronel Wilton Ribeiro, diz que a função da PM é "enxugar gelo" e que não é de sua responsabilidade vigiar as fronteiras do Estado, por onde, segundo ele, entram os armamentos. Hoje policiais do serviço reservado do 6º Batalhão (Tijuca) encontraram mais quatro explosivos (duas granadas de mão e duas de bocal), um fuzil AR-15 e cinco quilos de maconha prensada no Lins, zona norte."Bandido aqui no Rio não se contenta em matar, ele corta a cabeça e taca fogo. Granada é arma militar, estamos numa guerra", disse Ribeiro. "Nossa tarefa é enxugar gelo, senão o iceberg derrete e morre todo mundo afogado. Vamos continuar enxugando gelo, a gente gosta. Se a gente parar, eles (os criminosos) tomam conta de tudo"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.