PM apreende quase 2,5 toneladas de maconha no Complexo do Alemão

Outras 42 toneladas de drogas apreendidas no Rio desde o dia 22 serão incineradas na Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em Volta Redonda

Marília Lopes e Solange Spigliatti, Central de Notícias

01 de dezembro de 2010 | 14h12

SÃO PAULO - Mais de duas toneladas de maconha foram apreendidos durante ações da Polícia Militar nesta quarta-feira, 1, no conjunto de Favelas do Alemão, na zona norte do Rio.

 

No Morro da Fazendinha, em Inhaúma, na região conhecida como Zona do Medo, cerca de dois mil quilos de maconha foram apreendidos no fim da manhã de hoje. Após denúncia, outros 250 quilos da droga foram encontrados por Policiais militares do 17º Batalhão (Ilha do Governador) em uma rede de esgoto no Complexo do Alemão. Também na região, a polícia localizou outros 75 quilos de maconha.  

 

Incineração. Cerca de 42 toneladas de drogas apreendidas no Rio de Janeiro desde o dia 22 serão incineradas nesta quarta-feira na Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em Volta Redonda, no Vale do Paraíba fluminense. As drogas serão incineradas ainda hoje, de acordo com informações da Secretaria, mas o horário não foi informado.

 

As 42 toneladas foram transportados em caminhões, que saíram da Academia de Polícia Civil, no centro do Rio, onde estavam armazenadas. Durante o transporte das drogas, a fiscalização ao longo da rodovia Presidente Dutra foi reforçada e a Polícia Civil e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) montaram um esquema especial de segurança.

 

Segundo a Secretaria de Segurança do Estado, a CSN foi escolhida pela proximidade do Rio, onde as drogas foram apreendidas, e por ter um forno de alta potência. A secretaria informou também que esta não é a primeira vez que a CSN cede seu forno para a incineração de drogas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.