PM atira em grupo de sem-teto e é preso em Maceió

Um soldado da Polícia Militar, identificado como João Alves, foi preso, na madrugada deste sábado, e recolhido ao quartel da PM de Alagoas, depois de atirar em grupo de sem-teto que ocupa uma área pública no conjunto residencial Benedito Bentes, na periferia de Maceió. Pelo menos dois tiros disparados pelo militar atingiram um sem-teto de 17 anos. O rapaz foi ferido no braço e na região da costela, mas já foi atendido na Unidade de Emergência Armando Lages, onde se encontra em estado de observação. Segundo Eliane da Silva, que faz parte da coordenação do Movimento Terra, Trabalho e Liberdade (MTL), o policial chegou ao acampamento embriagado, querendo falar com o líder da ocupação. "Como não revelaram o nome de ninguém, ele começou a atirar, atingindo o rapaz", contou.A ocorrência policial foi registrada na delegacia do quinto distrito, no Tabuleiro do Martins. Cerca de 200 famílias de sem-teto, mobilizadas pelo MTL, estão acampadas há quinze dias no terreno. O Estado já entrou na Justiça com o pedido de reintegração de posse.

Agencia Estado,

04 de março de 2006 | 13h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.