PM cerca prédio invadido por assaltantes no Rio de Janeiro

A Polícia Militar cercou um prédio na Avenida Vieira Souto, em Ipanema, no Rio de Janeiro, invadido por um grupo de cinco assaltantes na manhã desta quarta-feira. Um dos homens, segundo o coronel Carlos Milan, que comanda a operação da PM no local, se passou por um oficial de Justiça e abordou o porteiro, informando o nome completo de um morador e que precisava entregar a ele um documento.O porteiro então abriu o portão e foi rendido. Em seguida, o funcionário foi obrigado a abrir a garagem e um Corsa com quatro assaltantes entrou no local. Lá, um motorista foi rendido e levou os criminosos até o apartamento em que trabalha, no oitavo andar. O comandante disse ter "quase certeza" da conivência de um funcionário ou ex-funcionário no caso. "Ninguém abre uma porta com tanta facilidade assim", afirmou o coronel. Há suspeita de que pelo menos dois assaltantes ainda continuaem no prédio, enquanto os outros fugiram. Até o in[icio da tarde, a polícia continuava as buscas no edifício. A pista sentido Leblon da Vieira Souto foi interditada para o tráfego de veículos, o que tumultuou o trânsito no bairro. A concentração de curiosos na calçada do prédio era grande. A Avenida Vieira Souto tem um dos metros quadrados mais valorizados do Rio.Matéria ampliada às 13h25

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.