PM considera invadir presídio em Sorocaba

Os 827 presos rebelados da Penitenciária Estadual de Iperó, na região de Sorocaba, assumiram o controle dos pavilhões durante o horário das visitas e se negaram a voltar para as celas. A maior parte dos visitantes já deixou o prédio, mas cerca de uma centena de familiares dos presos continua no prédio.A direção do presídio, que negociava com os presos a saída dos familiares, informou que estes se mantinham no interior do prédio por vontade própria. A PM, no entanto, considera que eles sejam reféns. Caso não sejam libertados, o presídio deve ser invadido. A direção da penitenciária pediu reforço policial. Também foi reforçada a guarda no Presídio Regional, que tem cerca de 600 condenados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.