PM da UPP da Cidade de Deus é morto no Rio

Policial fazia uma ronda quando homens passaram atirando; não houve testemunhas

Antonio Pita / RIO,

07 Outubro 2013 | 08h27

Um policial militar foi morto na noite deste domingo, 6, após levar um tiro no peito no bairro de Jacarepaguá, zona oeste do Rio. O policial era lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da favela da Cidade de Deus, região próxima ao local onde ele foi atingido. Segundo a Polícia Militar, ele fazia uma ronda quando dois homens em uma moto passaram atirando. Ainda de acordo com a Polícia Militar, o oficial foi encaminhado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na comunidade, mas não resistiu.

O policial estava na Avenida Miguel Salazar Mendes de Moraes quando foi atingido. Segundo a PM, não há testemunhas. A identidade e a patente do oficial também não foram reveladas. A UPP de Cidade de Deus foi a segunda implantada no Rio de Janeiro, em 2009. No início da manhã, a polícia carioca realizou a ocupação do Complexo do Lins, na zona norte, onde foi implantada a 35ª UPP do Rio.

Também neste fim de semana, a Polícia carioca também ocupou as favelas de Linhares e do Rola, ambas no bairro de Santa Cruz, na zona oeste. A favela é dominada pela mesma facção do Complexo do Lins e a ocupação teria como objetivo dificultar a entrada de traficantes durante a instalação da UPP na região. A ocupação teve início na madrugada de sábado, 5, e, segundo moradores, na noite de domingo houve troca de tiros. A PM, entretanto, não confirma.

 
Mais conteúdo sobre:
UPP Cidade de Deus RJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.