PM descobre central telefônica do PCC em São Paulo

Uma mulher e uma adolescente foram detidas, no início da noite de quarta-feira em Vila Tolstoi, na zona leste da capital paulista, acusadas de envolvimento com presidiários do Primeiro Comando da Capital (PCC) que cumprem pena no sistema prisional do interior paulista.As duas foram flagradas no interior de uma casa, na altura do nº 136 da Rua Correio da Câmara. Dentro do imóvel, policiais militares apreenderam uma central telefônica, com 4 linhas, agenda e números telefônicos de pessoas com as quais os detentos se comunicavam, auxiliados pelas duas criminosas. Através destas centrais telefônicas, os presidiários detidos nas penitenciárias coordenam o crime organizado de dentro das celas.Policiais militares da 3ª Companhia do 19º Batalhão, durante o tempo em que permaneceram dentro da casa, receberam várias ligações vindas do interior de presídios. Até à 1h30 desta madrugada, o boletim de ocorrência ainda não havia sido registrado no 70º Distrito Policial, do Sapopemba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.