PM e comparsas são presos por roubo de carros, em SP

O soldado da Polícia Militar Rosivaldo Dias foi preso na noite de quarta-feira, na zona leste de São Paulo, após participar de dois roubos de veículos. Dias agia com mais três comparsas. Durante a troca de tiros com a polícia, o bandido Marcos Góia Leonel morreu baleado e seu colega Cleiton da Silva Batista foi ferido. A perseguição aos assaltantes começou depois que as vítimas, Miguel Arcanjo de Oliveira e Maria Gorete de Medeiros Ferreira, acionaram a PM via 190. Dias e o criminoso que saiu ileso da perseguição, Paulo Henrique dos Santos, foram encaminhados ao 64º Distrito Policial, onde serão indiciados por roubo. Batista foi levado ao pronto-socorro da Vila Nhocuné.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.