PM é morto ao atender acidente

As últimas palavras do policial militar rodoviário Erivelton Zanateli pelo rádio da viatura foram: "Visualizei uma colisão envolvendo três veículos. Vou verificar". Em seguida, ele foi morto com um tiro no pescoço pelo motorista de uma Toyota Hylux. O crime aconteceu às 19h40 de ontem no km 51 da Rodovia dos Bandeirantes, pista sentido interior, em Jundiaí. O atirador deixou a picape e fugiu na viatura.A colisão envolveu um caminhão, um Nissan Frontier e a Hylux. Zanateli chegou ao local com o Prisma da PM. Ao descer para atender à ocorrência, o motorista do Toyota sacou a arma e atirou. O soldado morreu no Hospital São Vicente.Na viatura, o assassino percorreu 7 km. Ele entrou no mato e fugiu. Um helicóptero Águia foi acionado para tentar localizá-lo, mas, até as 22h30, continuava foragido. A Hylux foi roubada na quinta-feira passada em São José dos Campos. A Polícia Civil vai ouvir todos os proprietários dos veículos para apurar se o ladrão é o assassino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.