PM é morto ao ter carro roubado em Ferraz de Vasconcelos

O soldado Wilson Roberto Ferreira Farias Favvi, de aproximadamente 40 anos, foi morto a tiros, por volta das 20h desta quarta-feira, quando chegava em casa, no bairro de São Giovanni, em Ferraz de Vasconcelos (Grande São Paulo). Favvi foi vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte) na esquina da Rua Pernambuco com a Rua Recife. O soldado era lotado na 5.ª Companhia do 8.º Batalhão de Policiamento Militar Metropolitano (BPM/M) e atuava na região da Vila Matilde, zona leste da capital paulista.Segundo colegas de Wilson, o policial estava há 20 anos na corporação. Nesta quarta, ele foi abordado por dois homens que ocupavam um Fusca bege no momento em que chegava em casa, em seu Gol vermelho. Um motoqueiro, que testemunhou o crime, foi até uma das bases do 32.º Batalhão, em Ferraz, onde relatou o fato.Policiais militares ainda encaminharam o soldado ao Pronto-Socorro Estadual do Hospital Regional em Ferraz, onde a vítima não resitiu. Meia hora depois, o veículo do soldado foi encontrado abandonado na Estrada da Prainha, no bairro do Cambiri. A polícia ainda não sabe se o soldado reagiu ao assalto, mas acredita que a intenção dos bandidos fosse realizar outros roubos com o Gol do policial militar.

Agencia Estado,

01 de julho de 2004 | 03h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.