PM é morto em crime de 'saidinha de banco' em São Gonçalo, no Rio

Policial havia sacado R$ 12 mil e, ao ser abordado pelo assaltante, tentou acelerar o carro e foi baleado

Tiago Rogero, Estadão.com.br

24 de maio de 2011 | 16h45

RIO - Um policial militar foi assassinado na tarde de hoje depois de ser vítima do crime conhecido como "saidinha de banco" em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio. O soldado Anderson Luiz Cordeiro trabalhava no 2º BPM (Botafogo), e tinha acabado de sacar R$ 12 mil de uma agência bancária.

 

Segundo militares do 7º BPM (São Gonçalo), quando estava quase chegando em casa, no bairro Jardim Califórnia, no Centro de São Gonçalo, Anderson foi abordado pelo assaltante. O soldado acelerou o carro e foi atingido no pescoço. Um amigo que estava com ele também teria se ferido, mas a polícia não confirma a informação.

 

Os militares que chegaram ao local tentaram encaminhar o soldado ao hospital, mas ele não resistiu ao ferimento. O caso foi encaminhado à 72ª DP (São Gonçalo). Ninguém foi preso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.