PM encontra 5 crianças trancadas em barraco em SP

Policiais militares chegaram à favela da Água Vermelha, no Jardim Robru, zona Leste de São Paulo, depois de uma denúncia anônima sobre maus tratos a crianças. Depois de localizarem, sem querer, traficantes que distribuíam droga na favela, os PMs encontraram em um dos dos barracos, cinco crianças entre quatro meses e nove anos que estavam trancadas há nove dias. A mãe tinha desaparecido e as crianças eram cuidadas por uma irmã mais velha, uma adolescente de 14 anos, que era auxiliada pela irmã de nove anos. Os policiais da 5ª Companhia do 29º Batalhão contaM que, muitas vezes, os vizinhos tinham de dar comida às crianças pela janela do barraco. As crianças estavam abatidas e uma acabava cuidando da outra. Os vizinhos tiveram de fazer uma espécie de prancha de madeira para passar pela janela do barraco leite e alimentos.TráficoQuando os policiais chegaram à favela viram um homem correndo na direção de um outro barraco. Houve perseguição e a polícia encontrou cinco pessoas, quatro homens e uma mulher, embalando drogas. Havia 20 embalagens de maconha e mais meio quilo da droga em forma de tijolo. Dois rapazes têm passagem pela polícia por roubo. Além da droga, os policias encontraram uma escopeta calibre 12 milímetros e várias munições de calibre 765, armas normalmente utilizadas por traficantes de drogas em ações como roubo a bancos ou seqüestro. As informações são da Rádio CBN de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.