PM estoura rinha de galos em Santo André (SP)

Policiais militares da 2ª Companhia do 41º Batalhão, após uma denúncia anônima, estouraram, por volta das 19h30 de domingo, na cidade de Santo André, na Região Metropolitana de São Paulo, uma rinha de galos que havia sido montada num galpão na altura do nº 5 da Rua dos Dominicanos, dentro de uma favela, no Jardim Santo André.Como apenas um veículo da PM foi para ir ao local, apenas 6 das mais de 40 pessoas que estavam na rinha foram detidas pelos dois policiais militares. A polícia havia recebido a informação de que o dono da arena e dos galos estava presente naquele momento, mas, entre os detidos, ninguém quis apontar o responsável pelo galpão. Os policiais apreenderam 38 galos, gaiolas, dedais e biqueiras de metal - utilizados nos galos para aumentar o poder de lesão durante as brigas - seringas e drogas injetáveis para estimular e aumentar a agressividade dos galos. Também apreenderam uma lousa na qual eram marcados nomes dos apostadores e valores das apostas, além de um cronômetro e um manual no qual há explicações sobre como montar uma rinha.Os seis detidos foram encaminhados ao 1º Distrito Policial e, após assinarem um termo circunstanciado, foram liberados pelo delegado Márcio Antonio Macedo. Com exceção de um adolescente, os demais presos responderão a processo judicial em liberdade. Os galos apreendidos seriam encaminhados ao Serviço de Zoonoses da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.