PM faz operações em favelas do Rio e moradores são baleados

Agentes do Bope e do 16º Batalhão continuam buscas por traficante que liderou invasão ao Morro dos Macacos

Pedro Dantas, O Estado de S.Paulo

23 de outubro de 2009 | 11h27

Quatro moradores ficaram feridos durante o intenso tiroteio na manhã desta sexta-feira, 23, na Vila Cruzeiro, na Penha, zona norte do Rio. Cerca de 2 mil policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do 16.º Batalhão de Polícia Militar (Olaria) estão no local a procura de armas, drogas e do traficante Fabiano Atanázio, o FB. A PM também realiza operações em Manguinhos e na Favela do Jacaré, também na zona norte.

  

Veja também:

linkRelações Públicas da Polícia Militar do Rio é exonerado

linkMais seis corpos são encontrados em morro da zona oeste 

linkCompetição no mercado de drogas nutre violência no Rio, diz 'Economist'

linkRepórter do 'El País' diz que foi capturado em morro do Rio

mais imagens Notícias de uma guerra não tão particular

 

Atanázio é acusado de liderar a invasão ao Morro dos Macacos, em Vila Isabel, que resultou na queda do helicóptero da Polícia Militar e na morte de três tripulantes. Outro homem, apontado como o atirador que abateu a aeronave, também é procurado na operação.

 

Os moradores feridos são um homem de 57 anos (baleado na perna), o ex-combatente da Força Expedicionária Brasileira (FEB), Brunio de Barros, de 87 anos (atingido no toráx), e Severino Marcelino dos Santos (atingido de raspão na cabeça). Uma quarta pessoa ainda não identificada também foi atingida.

 

No último sábado, traficantes do Comando Vermelho (CV) teriam tentado dominar o Morro dos Macacos para controlar o gerenciamento do tráfico, comandado pela facção Amigo dos Amigos (ADA). Desde então, o Rio está vivendo uma guerra que já causou a morte de mais de 36 pessoas, entre civis, policiais e suspostos traficantes

 

Na quinta, dois homens que estariam envolvidos com a invasão ao morro também foram presos na Cidade Alta, em Cordovil. A polícia também prendeu cinco menores usuários de drogas. Foram apreendidos 223 trouxinhas de maconha, 362 sacolés de cocaína, 68 pedras de crack, 19 bolinhas de haxixe e uma pistola 765. O material foi apresentado na 38ª DP.

 

(Com Solange Spigliatti, da Central de Notícias, e Efe)

 

Atualizado às 14h52 para acréscimo de informações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.