PM gravou imagens da invasão

Com 5 mil hectares dedicados à produção de laranjas para a Cutrale, a Fazenda Santo Henrique foi invadida em 28 de setembro por 250 militantes do Movimento dos Sem-Terra (MST). A propriedade foi desocupada em 7 de outubro, por ordem da Justiça, um dia depois de a Polícia Militar divulgar imagens gravadas em um de seus helicópteros mostrando a destruição dos pés de laranja com tratores.

, O Estado de S.Paulo

20 de dezembro de 2010 | 00h00

Os invasores da fazenda também foram acusados pela polícia de furtar bens e equipamentos e de depredar máquinas, tratores e casas de funcionários. O prejuízo chegou a R$ 1,3 milhão, segundo a empresa.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a classificar o episódio como "vandalismo". A invasão acabou levando à criação de uma CPI para apurar os repasses de verbas federais para o MST.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.