PM investigado por homicídios é executado em São Paulo

O soldado William Vicari, de 29 anos, lotado na 1ª Companhia do 5º Batalhão, da região do Carandiru, zona norte da capital paulista, foi morto a tiros no final da tarde de segunda-feira, no interior da Imobiliária Sobral, localizada na altura do nº 820 da Avenida Guapira, no Tucuruvi, também na zona norte.Segundo a polícia, o soldado pagava uma conta na imobiliária quando dois homens, que o teriam seguido até lá, entraram e atiraram duas vezes. Os criminosos ainda arrastaram o soldado até o estacionamento e continuaram a disparam contra a vítima, que morreu a caminho do pronto-socorro do Hospital São Luiz Gonzaga, no Jaçanã. Os atiradores fugiram.Segundo o boletim de ocorrência registrado no 39º Distrito Policial, de Vila Gustavo, pelo delegado Carlos Biondi, William estava afastado da corporação pois é suspeito de envolvimento em homicídios e vinha sendo investigado pela Corregedoria da PM. Como não vinha exercendo mais suas atividades na PM, o soldado estava desarmado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.