PM liberta filho de desembargador

A polícia da Baixada Santista estourou, na manhã de hoje, um cativeiro instalado em uma residência da Vila Caiçara, em Praia Grande, libertando o advogado Ricardo Luiz Maia Loureiro, de 29 anos, filho do desembargador aposentado Edwilson Alexandre Loureiro e primo da esposa do secretário de Segurança Pública, Saulo de Castro Abreu.Ricardo Luiz foi seqüestrado na madrugada de quarta-feira, por volta das 2h, quando saia de um bar situado na Avenida da Praia, nas proximidades do Canal 3. Três homens o renderam, ordenando que entrasse em uma Kombi, na qual foi transportado até a Vila Caiçara. O pai do advogado foi contatado, por telefone, no dia seguinte, quando os seqüestradores exigiram o resgate de R$ 500 mil para libertá-lo. Duas pessoas foram presas no local que serviu de cativeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.