PM mantém negociações em Guarulhos

A Polícia Militar continua no interior do presidio Adriano Marrey em Guarulhos onde estão rebelados 1.200 presos. Segundo o Capitão Eizo da PM existe a possibilidade de que os 604 reféns sejam liberados. Destes reféns 4 são agentes penitenciários e 600 familiares dos detentos entre eles crianças e mulheres. O diretor do presídio Francisco Salvador e membros de uma comissão de negociação da Secretaria de Administração Penitenciária, estão no interior do presídio desde a tarde. O objetivo é negociar com os detentos o fim da rebelião.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.