PM morre em SP e outro é internado com morte cerebral

Um policial militar morreu e outro estáinternado com morte cerebral. O primeiro foi atigido na cabeça,quando abordava um grupo em frente a uma favela de VilaBrasilândia, na Zona Norte da capital paulisa. O outro foi assaltado nobairro Paulicéia, em São Bernardo do Campo, região do ABC, quando parou seuveículo numa esquina, aguardando abertura do sinal de trânsito.O sargento Geraldo de Almeida Saraiva Júnior, de 36 anos,fazia parte da Força Tática do 18º BPMM. Ele e seus comandadosestavam patrulhando na região de Vila Brasilândia, quandoavistaram um grupo suspeito em frente à favela da Rua IpiroldesMartins Borges. Osn policiais desceram para abordá-los, mas foram recebidos abala. O policial foi atingido na cabeça e um marginal também foibaleado, mas fugiu com os comparsas no interior da favela.Enquanto o sargento era socorrido no Pronto-Socorro de VilaPenteado, várias guarnições policiais cercaram a favela, masnenhum dos criminosos foi localizado, nem mesmo o ferido. Saraiva estava na Polícia Militar desde 1989. Era casado e residia no bairroItaberaba, na mesma região em que aconteceu o tiroteio. Foiintaurado inquérito no 74º DP - Parada de Taipas, paraesclarecer esse crime.Em São Bernardo do Campo, o soldado Cícero Cândido daSilva, lotado na 2ª Cia do 6º BPMM, saiu do serviço às 18h00 e,à paisana, seguiu com seu veículo rumo ao município de Mauá,onde residia. Na esquina da Avenida 31 de Março com a Rua CésarMagnani, no bairro Paulicéia, parou para aguardar abertura dosinal e foi abordado por dois assaltantes. Reagiu, apontando suapistola de calibre 380 e se identificando como policial. Cícero já havia dominado os criminosos, quando outrodelinquente, aproximando-se pelas costas, o baleou na nuca. Eleainda estava caindo, quando foi atingido por outro projétil nopeito. Socorrido no Hospital Neo Mater, sofreu morte cerebral.Os delinques fugiram em um Voyage verde, placasBPB-2742, levando a arma do policial. Testemunhas informaram àpolícia por telefone e, pouco depois, o automóvel era interceptado nomunicípio de Diadema e seus ocupantes foram presos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.