PM morre em tiroteio no Rio

Um PM morreu e outro ficou ferido ontem à noite durante tiroteio com traficantes na Rua Leopoldo Bulhões, em Manguinhos, zona Norte, perto da Favela Nelson Mandela. Os soldados Arílson da Conceição e Roberto dos Santos Martins, do 22.º Batalhão (Benfica), patrulhavam a região quando foram surpreendidos pelos criminosos. Conceição foi baleado nas costas e morreu. Atingido de raspão no ombro e na orelha, Martins está fora de perigo.Em Vigário Geral, também na zona Norte, criminosos dispararam tiros de fuzil contra dois carros do 16.º Batalhão (Olaria) na madrugada de hoje. Houve intensa troca de tiros e um dos suspeitos, não identificado, foi baleado. Socorrido no Hospital Getúlio Vargas, morreu. O confronto ocorreu na Rua Porto Príncipe.No mesmo bairro, na rua Tinharém, outro tiroteio durante a madrugada deixou um morto e dois feridos. A troca de tiros ocorreu entre quatro ocupantes de um Prêmio prata, placa LJA 4686, roubado momentos antes na mesma rua, e homens que estavam em outro carro, não identificado.Um dos homens que estavam no Prêmio conseguiu fugir. Wallace Cruz de Souza, de 19 anos, ferido na perna direita, foi atendido no Getúlio Vargas e levado para a 38.ª DP (Brás de Pina). Douglas Luiz Leite Silva, de 23, ficou internado. Um dos assaltantes, identificado apenas como Edmílson, morreu. No hospital, o dono do carro roubado reconheceu os ladrões.Em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense, o soldado da PM Vagner da Silva Estanislau foi preso, na madrugada, quando estava no Santana placa LCV 1806, roubado em julho, cuja placa estava adulterada. Ele estava acompanhado de Alberto Monteiro de Melo e de Júlio César de Souza, também detidos. Com eles, a polícia apreendeu duas pistolas e um revólver calibre 38.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.