PM não vai retirar hoje sem-teto de terreno em Osasco

A remoção dos 4 mil sem-teto que invadiram no início do mês um terreno no Parque dos Príncipes, em Osasco, na Grande São Paulo, não ocorrerá hoje, segundo garantiu o major Edson Santos da Silva, do 14º Batalhão da Polícia Militar da cidade. Ele informou que há viaturas com policiais em vários acessos ao terreno para impedir que novas invasões ocorram no local. Terminou no início da tarde o prazo dado pelo comandante do batalhão para que as famílias desocupem o local.O oficial garantiu que a tropa está pronta para iniciar a operação de retirada dos sem-teto logo que o comandante determinar. "Estamos preparados, mas hoje não será porque dentro de algumas horas vai escurecer e não poderemos retirá-los de lá", comentou. O major não soube informar se o cumprimento do mandado de reintegração será realizado amanhã. Os sem-teto ameaçam entrar em confronto com a PM se não houver uma solução ao problema.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.