PM prende casal que pode estar envolvido em ações do PCC

Uma mulher e um homem foram presos na noite de sexta-feira, em Ferraz de Vasconcelos, na Região Metropolitana da capital paulista. Apesar das detenções terem ocorrido em duas ações distintas, realizadas por policiais militares do 32º BPMM, e do casal nem ao menos se conhecer, ambos estariam envolvidos, segundo a polícia, com atos de vandalismo e atentados ocorridos recentemente naquela região da Grande São Paulo, sob as ordens do comando do Primeiro Comando da Capital (PCC).Por meio de denúncia anônima, por volta das 20 horas de sexta-feira os PMs foram até a casa de Edna Cristina de Lima, de 22 anos, na Rua Tatsuo Okoshe, no Jardim Pérola, onde encontraram um revólver calibre 38, cinco aparelhos celulares roubados, R$ 1 mil em dinheiro e drogas. Ela recebeu voz de prisão e foi levada ao 1º Distrito Policial da cidade. Segundo a polícia Edna participou de incêndios e depredações de ônibus na cidade.Cerca de duas horas depois, ocorreu outra denúncia e os PMs prenderam na Rua Marajá, na Vila Romana, na divisa com Poá, Sílvio Cesar de Oliveira, de 34 anos, suspeito de ter, no início do mês, participado de ataque à base da PM, em Ferraz de Vasconcelos. Sílvio tem passagens na polícia por roubos, furtos e tráfico de drogas e, segundo a PM, teria ligação com o PCC. Na casa em que estava foram encontrados um aparelho celular roubado, uma quantia em dinheiro, cujo montante a polícia não revelou, e entorpecentes. Ele também foi indiciado na mesma delegacia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.