PM prende quadrilha que o assaltou na rodovia

O soldado do Batalhão da Polícia Militar de Guararema, Renato Lopes Feijó Jr, de 25 anos, foi vítima de um assalto na rodovia Dom Pedro I, na madrugada de hoje, em Jacareí. Três horas depois, ajudou a prender a quadrilha em flagrante. Por volta da meia-noite, ele e a namorada seguiam de moto de Jacareí para Guararema pela rodovia, quando se depararam com obstáculos na pista. Sem tempo para frear, a moto passou por cima dos pedaços de madeira que estavam na estrada e o casal caiu. "Ao me levantar, percebi que dois homens corriam em nossa direção atirando". Por sorte, ele estava armado e também atirou para o alto, a fim de assustar a quadrilha. O PM conta que, em segundos, eles conseguiram desviar dos tiros e caíram num barranco da estrada. "Estava muito escuro e não dava para saber se havia alguém por perto". A quadrilha fugiu carregando a moto. Um motorista que passava pelo local viu o bando e ligou para a polícia de Jacareí. O PM também acionou o Comando de Guararema e as buscas foram iniciadas. "Por ter chovido, a moto deixou rastros e fomos seguindo até chegar em uma casa no bairro Veraneio Ijal, nas proximidades da rodovia". Mesmo machucado, o policial ajudou nas buscas e encontrou sua moto na casa. No local, quatro homens e um menor foram detidos. Eles confessaram a freqüência na prática deste tipo de crime. Rodrigo Galdino, Vagner Alves Barboza Kleber Nicola Ferreira e Anderson Nascimento dos Santos ficaram detidos na cadeia pública de Jacareí. O menor foi encaminhado à Vara da Infância e Juventude. Segundo Feijó, a falta de uma base da Polícia Rodoviária Estadual nas proximidades e de um telefone público facilitam a ação das quadrilhas. "É muito comum as pessoas serem assaltadas ali, principalmente depois que anoitece", afirmou o PM.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.