PM salva homem que seria executado por traficantes no Rio de Janeiro

Sobrevivente disse que foi confundido com traficante após conflito entre facções na Baixada Fluminense

Fábio Grellet - O Estado de S. Paulo,

14 Março 2012 | 18h53

RIO DE JANEIRO - Policiais militares salvaram um homem que era torturado por traficantes, na manhã desta quarta-feira, 14, no complexo de favelas da Maré, em Bonsucesso, zona norte do Rio.

Perto dele, dentro do porta-malas de um carro roubado, havia um homem morto. Segundo a polícia, a área para onde os dois foram levados era usada por traficantes como um tribunal informal. Os torturadores conseguiram fugir.

O sobrevivente da tortura, que não teve sua identidade divulgada, contou à polícia que mora no bairro de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, onde dias atrás houve um conflito entre facções criminosas rivais. As vítimas foram confundidas com traficantes adversários e capturadas.

Durante a tortura, o homem teve um pé decepado e levou um tiro na perna esquerda. Ele foi encontrado pelos policiais durante uma ronda e levado ao Hospital Geral de Bonsucesso, na zona norte. O homem morto ainda não foi identificado. A Polícia Civil vai investigar se os dois estão envolvidos com o tráfico de drogas.

Durante a operação, foram detidos nove suspeitos de envolvimento com o tráfico e foram apreendidos crack, cocaína e lança-perfume, armas e aparelhos usados para embalar drogas. Participaram da ação 230 policiais.

Mais conteúdo sobre:
PMMaréRio de Janeirotortura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.