PM salva mulher que estava sendo torturada em São Paulo

Não fosse a chegada de policiais militares, no início da noite de terça-feira, uma mulher, que estava sendo torturada, provavelmente teria sido assassinada por quatro homens, num beco do bairro de Jaraguá, zona oeste da capital paulista. Os criminosos foram surpreendidos torturando a vítima, apertando os dedos de suas mãos com um alicate. Eles também estavam armados com revólveres e facão. Os torturadores pretendiam obrigá-la a apontar os homens que assassinaram um cúmplice deles, na noite de segunda-feira, naquela mesma região, segundo a PM.A mulher contou aos policiais que o rapaz morto era seu colega de trabalho e que ela desconhece quem o assassinou. Os quatro que a torturaram, porém, afirmam ter certeza de que foi ela quem forneceu informações aos homicidas e possibilitou a emboscada, que resultou em sua execução. Depois de medicada, a mulher foi levada à delegacia, onde os quatro foram autuados em flagrante, com base no artigo 129 do Código Penal, por causa das lesões que lhe causaram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.