PM suspeito de matar adolescente no CE tem prisão decretada

Bruce foi morto por um tiro na nuca quando trafegava na garupa da moto de seu pai

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

28 de julho de 2010 | 08h33

SÃO PAULO - A Justiça do Ceará decretou ontem a prisão preventiva do policial militar Yuri da Silveira Alves Batista, do Ronda do Quarteirão, acusado de ser o autor do disparo que ocasionou a morte do adolescente Bruce Cristian de Souza Oliveira no domingo, em Fortaleza. Bruce foi morto por um tiro na nuca quando trafegava na garupa da moto de seu pai no bairro Dionísio Torres. O decreto foi assinado pela juíza Antônia Dilce Rodrigues Feijão, que responde pela Vara de Auditoria Militar da Comarca de Fortaleza.

O promotor de Justiça Militar, Joathan de Castro Machado, informou que o policial, que estava detido no Quartel de Polícia Comunitária, será transferido para o Presídio Militar do 5º Batalhão. Segundo ele, a prisão preventiva busca garantir a ordem pública e assegurar a aplicação da lei penal.

No dia da morte do jovem, de 14 anos, a moto passava pelo local onde estava a Ronda do Quarteirão, que pediu para que parasse. O pai da vítima, o técnico em refrigeração Francisco das Chagas de Oliveira Souza, de 37 anos, contou não ter ouvido o pedido e acabou sendo perseguido pela polícia. Ao parar em um farol, o policial atirou tentando acertar o pneu da moto. A bala acabou atingindo a cabeça do adolescente, que morreu no local.

Tudo o que sabemos sobre:
crimemorteadolescentepolicialCE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.