PMDB conquista maior bancada na Câmara

O PMDB se tornou a maior bancada da Câmara dos Deputados nessa eleição e terá o direito de pleitear a presidência da Casa. Com 89 parlamentares eleitos, o partido superou o PT, que ficou com 83 deputados. O resultado das urnas mostra que, em um eventual segundo mandato, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai precisar ainda mais do apoio do fragmentado PMDB, que dificilmente vota unido. Além dos votos necessários para avançar nas matérias de interesse do governo, a importância do partido cresce porque é nas mãos do presidente da Câmara que fica a decisão de acatar e dar prosseguimento ou não a pedidos de impeachment do presidente da República.Os partidos que apóiam o governo Lula (PT, PL, PP, PSB, PcdoB, PSC, PTB e PTC) somam 223 votos, encolhendo em relação à bancada atual, de 257 deputados. Sem o PMDB, o governo não alcança sequer a maioria simples dos deputados e muito menos tem número suficiente para aprovar emendas constitucionais - como a prorrogação da CPMF e da Desvinculação das Receitas da União (DRU) -, que exigem no mínimo 308 votos.Incluindo o PMDB, a possível nova base governista, que vai funcionar no ano que vem, teria 312 parlamentares. Para ter mais sobra, o governo deve jogar para atrair partidos nanicos, que juntos somarão oito deputados.Como dificilmente o governo, seja ele qual for, terá a maioria do PMDB, o cenário para aprovação de emendas constitucionais, ou seja, reformas como a Tributária e a Trabalhista, é muito complicado.Na oposição, PSDB e PFL elegeram o mesmo número de deputados: 65 cada um, ou seja 130 ao todo. Somando-se outros partidos oposicionistas e independentes (PDT, PPS, PV e o Prona, PSOl), o governo terá contra si 193 deputados. Na atual legislatura, esses partidos somam 167 deputados.O PT, apesar de ter crescido de 81 da bancada atual para 83 deputados, ainda ficou abaixo do total que conseguiu eleger em 2002 - quando emplacou 91 deputados. Já o PMDB melhorou em relação a 2002, quando elegeu 75, e também em relação à bancada atual de 78 parlamentares.PSDB e PFL também cresceram em relação a 2002. Os dois partidos passaram pelo mesmo problema de terem suas bancadas reduzidas, ao longo dos ´pultimos anos, pela ação do governo. Por isso, atualmente o PFL conta com 64 deputados e o PSDB, 59.

Agencia Estado,

02 de outubro de 2006 | 09h33

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõeseleições 2006

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.