PMDB é o partido mais aquinhoado com emendas

Na correria final para empenhar emendas parlamentares dentro do prazo limite imposto pela Justiça Eleitoral, o PMDB foi o partido mais premiado pelo governo federal. Apenas nos cinco primeiros dias de julho, a parceria política com o governo e que sustentará a campanha da petista Dilma Rousseff foi recompensada com o empenho de emendas em torno de R$ 39,2 milhões.

Marcelo de Moraes, O Estado de S.Paulo

07 de julho de 2010 | 00h00

Se forem levados em conta também os empenhos feitos em maio e junho, o sucesso da bancada do PMDB é maior ainda ? R$ 147,2 milhões, segundo levantamento da Assessoria de Orçamento da Liderança do DEM.

Cardeais do partido, como o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), foram prestigiados nesse processo. De maio até julho, Sarney foi o segundo parlamentar mais contemplado com esses empenhos. Ao todo, teve R$ 10,2 milhões de emendas empenhadas. O campeão do período foi o deputado Waldemir Moka (PMDB-MS), presidente da Comissão de Orçamento, com R$ 10,6 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.