PMs baianos se aquartelam contra prisão de líderes

Policiais militares se aquartelaram em três batalhões de Salvador esta madrugada, em reação à prisão de cinco líderes do movimento reivindicatório da categoria no Estado. Os rebelados estão no 8º, no 5º e 41º batalhões. No 8º Batalhão, a tropa de choque tentou desalojar os insubordinados pela manhã usando bombas de efeito moral. Vários tiros foram disparados e informações não confirmadas dizem que pelo menos um soldado se feriu na ação.Os cinco policias presos ontem foram acusados de incitar uma nova greve da categoria no Carnaval através do sistema de rádio dos veículos da PM. Os policiais reivindicam um piso salarial de R$ 1,2 mil e, em julho, realizaram uma greve de 13 dias que deixou a população baiana em pânico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.