Divulgação
Divulgação

PMs de SP são presos com 130 quilos de maconha no MS

Polícia acredita que droga tenha sido comprada no Paraguai e seria levada para São Paulo; homens foram autuados por tráfico

Alexandre Hisayasu e Lucia Morel, Especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

17 Maio 2016 | 18h05

SÃO PAULO E CAMPO GRANDE - A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu dois policiais militares de São Paulo com 132 quilos de maconha na cidade de Guia Lopes da Laguna, a cerca de 220 quilômetros de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. A prisão aconteceu na noite desta segunda-feira, 16.

Segundo a polícia, o PM Edson Luiz Menezes da Silva e um contador, estavam em um carro modelo Renault Duster fazendo a escolta para a Saveiro ocupada pelo PM Vitor Hugo Batista Colombo, que transportava a droga.  Silva ficava à frente para verificar se haveria bloqueios da polícia e avisaria a Colombo. A investigação suspeita que a droga tenha sido comprada no Paraguai e seria transportada até São Paulo.

Os agentes federais desconfiaram dos dois carros e fizeram a abordagem na Rodovia BR-267, na altura do km 470. A maconha estava escondida na tampa traseira e no assoalho da Saveiro. Os PMs estavam com identidades funcionais e as armas da Corporação. Os três foram autuados em flagrante em uma delegacia da região por tráfico de drogas.

Apuração. A Corregedoria da Polícia Militar informou que "abrirá processo administrativo para apurar a conduta dos PMs, que estão presos no Mato Grosso do Sul à disposição da Justiça". A Secretaria da Segurança Pública declarou que "não compactua com desvios de conduta e investiga rigorosamente todos os crimes ou irregularidades praticados por seus integrantes".

De acordo com a pasta, de 2011 a 2015, 1.365 policiais civis e militares foram expulsos e demitidos. "Esses casos são exceção e não atingem nem 1% de todo o efetivo paulista", informou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.