PMs do Bope entram na Justiça para mudar filme

Pelo menos 19 oficiais entraram na Justiça na segunda-feira pedindo modificações no filme Tropa de Elite, do diretor José Padilha. Eles acusam o longa de prejudicar a imagem do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar. O advogado dos policiais, Rodrigo Roca, anexou cópia pirata do filme no pedido à Justiça - ele disse que não vê nada de errado nisso e garantiu não ter visto a versão. Mas, segundo ele, o filme "mostra o Bope como uma horda de assassinos e torturadores" e permite a identificação de alguns PMs.

O Estadao de S.Paulo

07 Setembro 2012 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.