PMs estouram cativeiro e libertam estudante

Policiais militares de Santo André, no grande ABC, chegaram ontem à noite a um cativeiro, onde a estudante Andrea Locatelli, 25, estava sendo mantida como refém desde a noite de terça-feira. Andrea é filha de Luis Aparecido Locatelli, empresário do setor de revenda de materiais de construção na Vila Prudente, zona leste de São Paulo.Ela foi raptada na noite de terça, quando voltava para a casa em seu carro Vectra cinza, na Avenida Professor Luis Inácio de Anhaia Melo, também na zona leste. Segundo a garota, pelo menos seis homens, armados com pistolas, fecharam o veículo dela com outros dois carros, que ela não soube identificar.Os seqüestradores invadiram o Vectra e encapuzaram-na na Avenida do Estado, na zona sul da capital paulista. O Vectra da estudante foi abandonado nas proximidades do limite entre os municípios de Santo André e São Caetano do Sul, no ABC Paulista.A garota foi levada para um cativeiro, dentro de um barraco de dois cômodos, na Rua Barbeiro de Sevilha, nº 9, entre os municípios de São Paulo e Santo André. Na manhã de ontem, os seqüestradores entraram em contato com a família, pedindo um valor de resgate, no valor de R$ 100 mil.A família comunicou a Delegacia Anti-Seqüestro, a Deas, sobre o caso, e a polícia começou a investigar. No final da tarde de quarta-feira, a Polícia Militar recebeu a denúncia sobre o local do cativeiro. Policiais chegaram ao local e verificaram que na frente de um dos barracos estavam duas pessoas, um homem e uma mulher, que ao verem a viatura, correram.Os policiais entraram no barraco e encontraram a garota seqüestrada, deitada em um colchonete no chão. A polícia acredita que o casal tomava conta do barraco e fazia parte da quadrilha de seqüestradores. O restante do grupo, segundo a vítima, tinha saído para comprar lanche. Ninguém foi preso. o registro da ocorrência foi feito na Deas. Apesar de bastante abalada, a estudante passa bem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.