PMs livram colega das mãos de bandidos no ABC paulista

O soldado Quilmer Claiber Fernandes, de 26 anos, lotado no 22º Batalhão da Polícia Militar (da zona sul da capital), foi salvo por colegas do 10º Batalhão quando era mantido refém no porta-malas de seu próprio veículo em assalto na cidade de Santo André, no grande ABC paulista. Por volta das 21h de ontem, dia de sua folga, dirigindo seu Escort, o soldado foi abordado por quatro bandidos quando reduziu a velocidade do carro para acessar a Avenida Valentim Magalhães, no bairro de Centreville, em Santo André. Uma testemunha, que acionou a Polícia Militar por telefone, presenciou o momento em que dois dos bandidos, que ocupavam um Santana, dominaram o soldado, à paisana, colocando-o no porta-malas.Policiais da viatura 10455, sob o comando do sargento Rincon, já cientes do assalto em andamento, localizaram o Escort na Estrada do Pedroso, em Vila Luzita. Após alguns minutos de perseguição, já no Jardim Represa, os bandidos resolveram abandonar o carro e fugir para o interior de um matagal ao lado da Estrada. Os policias conseguiram alcançá-los, o que resultou numa troca de tiros. Os dois bandidos, ainda não identificados, pois não portavam documentos, foram baleados e morreram quando eram socorridos no Hospital Municipal Central de Santo André. Com a dupla, a PM apreendeu dois revólveres calibre 38; e encaminhou a ocorrência ao 1º Distrito Policial de Santo André. O soldado Quilmer disse aos colegas, após se refazer do susto, que essa foi a segunda vez em que esteve nas mãos de bandidos. No primeiro assalto, ele foi ferido por quatro tiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.