PMs mortos em acidente terão honras militares

O comandante do CPI/4, coronel Helder Pereira, colocou em luto oficial todas as unidades sob o seu comando - que engloba as regiões de Bauru, Marília e Presidente Prudente - em razão da morte dos seis PMs que viajavam na viatura acidentada no engavetamento da rodovia Castello Branco. Os corpos de quatro dos seis mortos serão velados coletivamente, a partir das 16h, na sede regional do Centro Social de Cabos e Soldados da PM, e amanhã, às 10h, haverá o sepultamento, com honras militares, no mausoléu da PM, localizado no cemitério Jardim do Ipê, na zona sul da cidade.Serão velados e sepultados em Bauru o cabo Paulo Henrique Domingues e soldados Antonio Henrique Dainezi e Rudmar de Oliveira Camargo, que trabalhavam na cidade, e o soldado Anderson Mesquita da Silva, que atuava em Barra Bonita. O corpo do sargento aposentado Alci Gonçalves de Oliveira será velado em sepultado em Iacanga, a 50 quilômetros de Bauru, cidade onde ele morava. E a outra vítima fatal, também sargento aposentado João Antunes Filho, foi levado para São Paulo.Os seis viajavam na blazer da Polícia Militar e eram levados para realizar exames no Hospital Militar, em São Paulo, e deveriam retornar a Bauru no final da tarde. Por não possuir atendimento hospitalar no interior, a Polícia Militar transporta seus homens para a capital.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.