PMs que escoltavam presos morrem em acidente

Dois policiais militares morreram e outros dois ficaram feridos quando a viatura Blazer que utilizavam para escoltar um comboio de ônibus levando presos, capotou, hoje de manhã, na Rodovia Castelo Branco. No momento do acidente, a viatura perseguia um veículo Golf que realizou uma manobra identificada como uma possível tentativa de resgate dos presos. O automóvel ultrapassou a escolta em alta velocidade e foi perseguido pela Blazer. O acidente aconteceu na pista sentido interior do quilômetro 109, no município de Boituva, região de Sorocaba. A viatura, da Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) participava da segurança de quatro ônibus que tinham saído de São Paulo com 160 presos do Complexo do Carandiru, que está sendo desativado. Eles estavam sendo levados para as penitenciárias estaduais de Avaré, Assis, Presidente Prudente e Pacaembu, no oeste do Estado. A viatura capotou depois de realizar uma manobra brusca, na tentativa de interceptar o Golf para obrigá-lo a parar. Com o acidente, esse veículo conseguiu escapar. O terceiro sargento Odemir Cavalcanti Dias e o soldado Cléber Rocha Mota, morreram no local. Seus corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Sorocaba. Os soldados João Brenes Satílio e Leandro Ibirauama Fernandes foram levados para a Santa casa de Tatuí. Satílio, com ferimentos muito graves, foi transferido de helicóptero para o Hospital das Clínicas, em São Paulo. Fernandes estava fora de perigo no fim da tarde de hoje. A Blazer dos policiais ficou completamente destruída. Bombeiros de Sorocaba foram chamados para retirar as vítimas das ferragens. O tráfego ficou interrompido cerca de uma hora no local. O acidente causou um princípio de tumulto entre os integrantes da escolta, entre eles policiais rodoviários. Cerca de meia hora depois, os ônibus com os presos seguiram viagem com o restante da escolta. Até a tarde, a polícia rodoviária não tinha conseguido encontrar o Golf. O comando da PM informou não ter elementos para confirmar se tinha havido uma tentativa de resgate. O acidente e as mortes dos policiais serão objeto de apuração.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.