PMs são presos acusados de integrar grupo de extermínio no Rio

Quatro policiais envolvidos já foram presos e outros dois estão foragidos; grupo é suspeito de participação em 11 casos de mortes na região de São Gonçalo

Solange Spigliatti, estadão.com.br

10 de setembro de 2010 | 16h49

SÃO PAULO - Cinco pessoas, entre elas quatro policiais militares, foram presos na manhã desta sexta-feira, 10, suspeitas de integrar grupo de extermínio que atuaria em bairros de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio.

 

De acordo com a polícia, três PMs do 12º BPM (Niterói) e um do 7º BPM (São Gonçalo) estão presos nas respectivas unidades. Os policiais estão cumprindo sete mandados de prisão. Duas pessoas ainda estão foragidas, segundo a polícia.

 

De acordo com nota da Polícia Militar, "os policiais serão submetidos a um procedimento interno para apurar os fatos". O grupo é suspeito de participação em 11 casos de mortes na região.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.