Polícia acha pilotos de racha no YouTube

A polícia de Amambaí (MS) identificou três rapazes, de um grupo de oito que postou no site YouTube um vídeo que mostra uma disputa automobilística pelas ruas da cidade, com imagens dos velocímetros em 200 Km/h. Segundo a polícia, eles podem ser condenados por direção perigosa, promover corrida não autorizada e apologia ao crime.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.