Polícia apreende 100 mil ´foguetinhos´ em São Paulo

O Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) apreendeu na manhã desta terça-feira, 24, mais de cem mil unidades de Eppendors, recipientes plásticos usados por traficantes para armazenar doses de cocaína a serem distribuídas aos usuários, na zona Leste da Capital. Conhecidos como ´foguetinhos´, os frascos transparentes são originalmente utilizados em hospitais para armazenamento de sangue. Foi a primeira vez que grande quantidade do material foi apreendida pela polícia. A apreensão aconteceu na avenida Jacu-Pêssego, no bairro Parque do Carmo, durante um bloqueio da polícia civil. Ao abordarem uma Fiorino, os policiais da 53º DP encontram a mercadoria e prenderam Anderson de Paula Campos, de 28 anos. Sexta Na última sexta, o Denarc apreendeu mais de 40 mil unidades do material. Os Eppendorfs eram vendidos aos traficantes pelo funcionário público federal Domingos Sávio Gonçalves, 44 anos, preso em flagrante quando chegava com o carregamento em sua casa, na Vila Marari, em Cidade Ademar, Zona Sul. Gonçalves foi autuado por associação ao tráfico e por fornecer objetos para o acondicionamento de drogas, de acordo com o delegado da Divisão de Inteligência e Apoio Policial (Diap), Woppslander Ferreira Neto. O acusado pode pegar de seis a 20 anos de prisão. O caso era investigado pelo Denarc desde o final de fevereiro.

Agencia Estado,

24 Abril 2007 | 10h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.