Polícia apreende 34 mil comprimidos de remédios ilegais no PR

Apreensão representa 30% do total de recolhido em 2008 e é a maior do ano, afirma Polícia Rodoviária Federal

Solange Spigliatti, Central de Notícias,

21 Julho 2009 | 08h35

Cerca de 34 mil comprimidos de remédios antirreumáticos, abortivos e estimulantes sexuais paraguaios de comercialização proibida no País foram apreendidos no domingo no Paraná. Esta foi a maior apreensão de medicamentos contrabandeados registrada neste ano e equivale a 30% do que foi apreendido em 2008, segundo a Polícia Rodoviária Federal.

 

A apreensão ocorreu durante fiscalização na altura do km 642 da Rodovia BR-277, em Céu Azul, oeste do Paraná. A mercadoria estava na bagagem do passageiro de um ônibus que ia de Foz do Iguaçu a Curitiba. Foram encontrados 20 mil comprimidos de Rheumazim, remédio utilizado para reumatismo; 10 mil unidades de Pramil, também conhecido como Viagra paraguaio; e 4 mil comprimidos do abortivo Citotec, escondidos dentro de um microcomputador e de um aparelho de som.

O dono dos produtos, de 49 anos, assumiu a propriedade dos medicamentos e foi preso em flagrante por contrabando. Aos policiais, ele disse que pegou as cartelas em Foz do Iguaçu e receberia R$ 500 para levá-las até Maringá.

Mais conteúdo sobre:
crime remédio contrabando PR

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.