Polícia apreende 45 mil litros de gasolina com notas fiscais frias

Os policiais da Divisão de Crimes Fazendários apreenderam nesta terça-feira em São Paulo dois caminhões carregados com 45 mil litros de gasolina, possivelmente adulterada, e descobriram que o combustível era transportado com notas fiscais frias.A delegada Maria Bernardete Gomes instaurou inquérito e está procurando o dono da distribuidora, o empresário Antonio Carlos da Silva, conhecido como Toninho Rosa, de Limeira.Uma denúncia levou os investigadores até a Ponte do Piqueri, na zona oeste de São Paulo, por onde passariam caminhões da Transportadora Champi. Os motoristas foram detidos e apresentaram notas da distribuidora TR de Derivados de Petróleo e Álcool.Eles entregariam o produtos em postos de Cotia, Vila Santa Maria e Santana. Nos escritórios da TR, em Limeira, foram apreendidos boletos fiscais que comprovam o fato de as notas fiscais serem frias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.