Polícia apreende 62 animais em casa com mau cheiro

Agentes da Vigilância de Saúde, da Secretaria Municipal da Saúde, de Franca, na região de Ribeirão Preto, apreenderam, na noite de quinta-feira, cumprindo uma determinação judicial, 56 gatos, cinco cães e um papagaio. Os 62 animais de estimação viviam dentro de uma residência, de cinco cômodos, no centro, com duas mulheres: um idosa aposentada e sua filha. A denúncia de crime contra a saúde pública, pelo mau cheiro, foi feita por vizinhos. Sem quintal, as mulheres mantinham as janelas da residência fechadas para evitar as fugas e até dormiam na sala, pois os animais ficavam espalhados pelos dois quartos. Funcionários públicos do canil e duas assistentes sociais da prefeitura encontraram dificuldades para entrar no imóvel. As moradoras trancaram as portas quando notaram o caminhão do canil municipal estacionado em frente. Um filho da aposentada, que mora em outra casa, convenceu-a a abrir a porta, mas as mulheres ficaram nervosas e abaladas com as apreensões dos animais de estimação e foram levadas numa ambulância até o pronto-socorro, onde foram medicadas. Dentro da residência, fezes e urinas dos animais estavam por todos os lados, inclusive atraindo dezenas de baratas e dois escorpiões. A rede de esgoto entupida também contribuía para o mau cheiro. Por isso, os funcionários públicos entraram com máscaras protetoras na casa. Os cães e gatos foram levados ao canil e aguardam uma decisão judicial sobre os seus destinos. O papagaio foi levado à Polícia Ambiental.

Agencia Estado,

09 Fevereiro 2007 | 20h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.