Polícia apreende agenda com nomes de inimigos de traficantes

A Rota apreendeu ontem, em Jundiaí, interior de São Paulo, na casa de duas mulheres, que acabaram sendo presas por tráfico de drogas, uma agenda em que aparecem nomes de juízes, promotores e policiais militares e civis que, segundo o telejornal Bom Dia SP, seriam nomes de inimigos declarados de traficantes. A polícia também apreendeu no local 1,240 kg de maconha, 32 papelotes de cocaína e dinheiro. Uma das pessoas citadas na lista, o investigador Nivaldo Biasi, foi executada com um tiro nas costas em agosto de 2002 dentro de um bar. Uma outra ocorrência está levando a polícia a aprofundar as investigações. Nesta semana, a polícia apreendeu 70 quilos de dinamite em gel. Os explosivos seriam usados contra delegacias e prédios da Justiça. A polícia ainda não sabe se as duas apreensões têm alguma relação. Além da investigação, as pessoas que têm o nome na lista vão ser avisadas para que reforcem a segurança. Além das duas mulheres, um menor foi preso na casa.

Agencia Estado,

01 de abril de 2004 | 11h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.