Polícia apreende drogas e munição no Morro da Matriz no Rio

Agentes da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil do Rio apreenderam, nesta quinta-feira, 13, drogas e munição no morro da Matriz, em Sampaio, zona norte do Rio. Três equipes do Core estavam voltando de uma operação de repressão ao roubo de veículos na Tijuca quando foram atacadas por um grupo de cerca de dez adolescentes que atiraram em direção aos policiais. Os policiais revidaram e perseguiram o grupo até a favela da Matriz. O confronto durou duas horas. Os bandidos fugiram, mas os agentes encontraram, em uma das vielas da favela, 60 munições de fuzil 556 e outras 15 de calibre 762, 47 sacolés de cocaína, quatro pedras de crack, 15 trouxinhas de maconha e um quilo de maconha prensada, além de uma granada de gás lacrimogêneo, duas bombas de fabricação caseira, com alto poder de destruição, 18 bombinhas do tipo cabeção de nego, um CD de funk proibido e ainda papéis com anotações da contabilidade do tráfico, contendo preços para a venda de maconha e cocaína."Eram todos muito jovens. São adolescentes que não estão na escola e acabam indo para o tráfico de drogas", afirmou Marcos Reimão, coordenador da Core. Segundo o delegado, nas anotações havia o nome de suspeitos de envolvimento com a facção criminosa Comando Vermelho, que serão investigados pelo serviço de inteligência da polícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.