Polícia apreende equipamentos do Toto Bola no RS

Uma operação conjunta do Ministério Público Federal com polícias federal, civil e militar do Rio Grande do Sul apreendeu nesta quarta-feira os equipamentos de sorteio dos números da loteria Toto Bola, em Porto Alegre. A perícia vai identificar se a máquina que escolhe as dezenas, conhecida como bingueira, pode ser manipulada para fraudar os resultados a ponto de beneficiar determinadas cartelas. A Secretaria da Justiça e Segurança solicitou à Secretaria da Fazenda, responsável pela autorização, a suspensão dos sorteios. No início da semana, o governo do Paraná proibiu a mesma loteria por suspeitar que a existência de códigos de barras nas bolinhas facilite a escolha dos números por programas de computador.

Agencia Estado,

28 de abril de 2004 | 20h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.