Polícia apreende mercadoria roubada em São Paulo

Uma quantidade de mercadorias roubadas suficiente para lotar dois caminhões-baú de médio porte foi encontrada pela polícia, na noite desta quinta-feira, numa casa da Rua Porto Belo V, no Jardim Bologna, zona sul de São Paulo. O morador, um comerciante, e seu filho foram presos por estocar produto de roubo e comercializá-lo.José Casé de Andrade, de 50 anos, e o filho, Carlos Henrique de Andrade, de 23, alegam desconhecer a origem a mercadoria. Segundo eles, um amigo pediu para guardar a carga contendo, entre outros produtos, pacotes de arroz, de feijão, de açúcar, de café, de fraldas; caixas de detergente e de sabão em pó; litros de vinagre e de óleo; frascos de perfume e de desodorante. O estoque lotou a garagem e um quarto nos fundos do imóvel na região da represa Guarapiranga.Apesar de afirmarem que só estavam guardando a mercadoria para o suposto amigo, testemunhas contaram à polícia que pai e filho comercializavam os produtos em seu mercadinho, na mesma região. A polícia chegou ao local após uma denúncia anônima e encontrou com eles um revólver Taurus de calibre 38. Além de receptadores, suspeita-se que eles também integrem uma quadrilha que pratica roubo de cargas. Nas casa, foram encontradas também notas fiscais em nome de supermercados e drogarias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.